quarta-feira, 14 de março de 2012

Quem é vivo sempre aparece!!!


Oi geeente!!! Quanta saudade disso aqui!!!
Como estão as coisas??? Doidinha pra saber tudo, afinal são 5 meses desaparecida e muita coisa aconteceu nesse tempo.
Antes de contar o que aconteceu nesse período, quero mandar um graaande beijo para minha amiga Cássia Matos que mesmo diante de minha ausência, nunca deixou de visitar meu Blog e deixar recadinhos carinhosos. Amiga, meu retorno, muito em parte, se deve a você e ao seu incentivo!

Voltando um pouquinho no tempo, mais precisamente em novembro retornei ao trabalho e desde então minha vida se transformou! Loucura total! Como já havia contado antes, trabalho numa Unidade de Emergência e a correria é constante de 10 às 19hs (só na teoria, pois nunca consigo sair no horário...), se acrescentar o tempo que levo para me arrumar e o tempo do deslocamento... Peraí, o dia tem 24hs??? Cadê o tempo para AF??? É isso mesmo, amigas, AF até hoje nada! Chego em casa por volta de 20:40hs mortinha! Só quero saber de banho e cama! A boa notícia – depois eu conto direitinho – é que algumas mudanças estão por acontecer lá no hospital e aí as coisas vão entrar nos eixos – se Deus quiser! Aliás, só estou conseguindo retornar ao Blog hoje, depois de tantos ensaios, porque tem um surto de Conjuntivite lá no Hospital e euzinha aqui não fiquei de fora – 5 dias de repouso forçados, e mesmo com o olho inchado e doendo não posso negar que eu adorei, rsrsrs. Só assim posso contar tudo pra vocês com calma. Então, vamos ao que interessa!!!
Antes de retornar ao trabalho, passei pela perícia médica e voltei cheia de restrições, “não pode pegar peso, não pode fazer movimentos finos e de pinça, não pode escrever, não pode... não pode...” – alguém já viu algum enfermeiro fazer alguma coisa diferente dos não “pode” acima? Resultado: durante 60 dias fui “remanejada” de função – no papel porque na prática eu continuava fazendo meu trabalho normalmente, afinal de contas não queria que nenhum colega me carregasse nas costas – como pude ouvir por diversas vezes. De todas as restrições a única que evitei ao máximo foi a questão do peso, até porque não conseguia, e por essas e outras minha mão doía constantemente e vivia inchada. Pra dar conta e evitar uma nova licença aguentei à base de antiinflamatórios e bolsas de água quente antes de dormir – pra conseguir dormir. O tempo passou e hoje, graças a Deus me sinto quase 100% recuperada – ainda sinto dor de vez em quando, mas já não me incomoda tanto.

Nesse período também, acompanhei minha cunhada, que foi diagnosticada com câncer de pulmão em maio do ano passado e vocês puderam acompanhar nossa luta durante o tempo que estive por aqui. No final do ano após exames descobrimos metástases no cérebro e na coluna e ela raramente se levantava da cama por causa da dor. Como todos os anos passávamos o Réveillon juntas, dessa vez não poderia ser diferente. Todos os anos fazíamos festas maravilhosas na cobertura dela e assistíamos aos fogos da Pampulha de lá mesmo, dessa vez assistimos aos fogos da janela do quarto dela e eu sabia que seria nosso último Réveillon juntas. Fizemos um jantar com tudo que ela gostava – ela não conseguiu sentar-se à mesa então ficamos no quarto mesmo. E ela sempre guerreira acreditando na sua cura. No começo de janeiro ela teve uma trombose, foi hospitalizada, pedi licença no serviço e durante os últimos 02 dias em que ela teve uma piora significativa e que os médicos a desenganaram estive constantemente ao seu lado – pra vocês terem idéia, quando soltava a mão dela pra ir ao banheiro ela me chamava. No dia 26 de janeiro depois de muita luta e sofrimento minha cunhada faleceu segurando minha mão e dizendo que o anjo da guarda dela – eu – não a deixaria morrer. Podem imaginar como me senti...
Como ninguém mais tinha condições de resolver nada, escolhi tudo – urna, flores, mensagens... Deus me deu muita força.
 Hoje prefiro pensar que ela descansou e que eu fiz tudo por ela que estava ao meu alcance. Sofri muito e ainda sofro até hoje. Na verdade, ainda tenho a sensação que ela vai chegar chegando a qualquer hora, como ela sempre fazia. Ainda dói muito!

Aiai, mudando de assunto, que é pra não desidratar, vocês devem estar se perguntando: e a RA? O peso? Bem, amigas, essa é uma parte boa. AF vocês já sabem que ainda não consegui iniciar. RA anda meio assim, assim... Viajei no carnaval, e praia com dieta vamos combinar que não combina, srsrs. Mas uma coisa boa a correria do hospital tem me feito, tenho me alimentado mais corretamente e se não consigo comer de 3 em 3 horas, também não tenho ficado muito tempo sem comer. Resultado: emagreci, gentemmm.
Estou pesando: 67,500kg  - no total já se foram 12,500Kg acreditam?
Vou já já atualizar minha barrinha – será que ainda me lembro como se faz? rsrsr

Ai gente, ainda tenho muitas outras coisas pra contar, mas por hoje vou ficando por aqui – depois deste testamento, pois tem um montão de gente que quero visitar e dizer que “eu to viva, gente, e voltei com tudo!” Sei que não conseguirei postar com tanta freqüência mas estarei aqui sempre que conseguir!           

 Um grande beijo pra todas, em especial para as minhas queridíssimas Cássia Matos (outra vez), Mel Mudança, Dany Aoki, Marjorie, Tassi e Aninha Oliveira


10 comentários:

D.Pereira disse...

que boas novas! fico feliz por teres voltado :)

Nosso emagrecimento disse...

Menina que bom que voltou, esse pesinho ai hein? que coisa boa, parabens,bjos

Cassia Matos. disse...

Amiga TE Ver aqui de novo me encheu de alegria ,e saber que de algma forma contribui pro teu retorno me deixou mais feliz ainda,afinal vinha que ,grita VANESSAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA, sem saber que você me ouvia,que bom que voltou,que bom que esta bem.
Fiquei triste coma a notícia da tua cunhada torci muito por ela,nem quis acreditar quando comecei a ler o que aconteceu,foi muito forte e você com certeza foi o anjo que Lea teve aqui na terra,te disse isso algumas vez,poucas pessoa são capazes de se Dora tanto pro outro,te admiro muito,quem dera no mundo tivesse muitas pessoas como você,fico feliz de saber que trabalha em uma emergência da vida,sei que pessoas necessitadas de atenção e carinho receberão isso de você ,mesmo sabendo que as condições de trabalho muitas vezes não favorecem esses vínculos.
Amiga espero te ver mais vezes por aqui,há você esqueceu de falar do noivo,e ai como estão.
Beijos grande.

Lu do Deninho disse...

Nossa, vc por aqui ?????
rsss
Meus sentimentos pela sua cunhada, posso imaginar a dor sua e da família.
E parabéeeeeeens pelo peso, me ajuda a conseguir tb ???? rsss

bjusss

Cassia Matos. disse...

Amiga você é para mim um grande exemplo também.
bjso.

Mel Mudanca disse...

Vanessa, MInha Nessa Querida!
Amiga que saudadeee de vc. Tb andei sumida quase 3 meses..voltei a pouco..e que bom que nos cruzamos de novo. Obrigada pelo beijo especial..saiba que muitas vezes citei vc nas postagens, nossas trocas era muito importantes. Lamento pela tua perda, mas Deus sabe o que faz, se era para sofrer melhor assim né amiga... Que bom ver vc firme na RA , pois este pesinho ta bem bomm hem..hehe... força ai. e agora novamente juntas...
Mil beijusss
e saiba que tô MUITOOO FELIZ..

Mel Mudanca disse...

Agora é como se vc estivesse recomeçando amiga..
deixo um pensamento para vc.

"Te desejo uma fé enorme. Em qualquer coisa, não importa o quê. Desejo esperanças novinhas em folha, todos os dias. Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo. Que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso. Que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, mesmo que as mentiras e as verdades sejam impermanentes. Que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito. Que, mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria. Tomara que apesar dos apesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz. As coisas vão dar certo. Vai ter amor, vai ter fé, vai ter paz – se não tiver, a gente inventa. Te quero ver feliz. Que seja doce. Repito sete vezes para dar sorte: que seja doce que seja doce que seja doce e assim por diante. Que seja bom o que vier, pra você!"

Mil beijus Mel

Lugreen disse...

Olá querida!!!

Sinto sua perda, e me inspiro na sua força e compaixão!Com certeza ela descansou...e vc foi a melhor das melhores!
Mudando de assunto, parabéns pelo magrelamento!
Juntas somos mais fortes!
bjos

Mel Mudanca disse...

Vanessa, amiga, passando para te desejar tb um otimo final de semana..espero que possamos nos falar muito e muito em 2012...tem meu email, qualquer coisa escreve quando precisar. Mil beijusss..
e nada de deslize em nós no finde..hehe...

Mel Mudanca disse...

Vanessa, amiga, passando para te desejar tb um otimo final de semana..espero que possamos nos falar muito e muito em 2012...tem meu email, qualquer coisa escreve quando precisar. Mil beijusss..
e nada de deslize em nós no finde..hehe...