quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Ai, ai...


Olá garotas!!!
Semaninha corrida essa minha!
Por aqui as coisas estão indo assim, assim...
Ainda não achei o tal parafuso, mas estou tentando me manter na linha!
Minha mão ainda dói bastante, tenho feito fisioterapia todos os dias e ontem quando compareci à perícia o ortopedista me orientou a procurar um cirurgião de mão, ele está preocupado, pois a fratura ainda não calcificou o que não é normal – já tem quase 2 meses. O fato de eu ter hipotireoidismo retarda o processo, mas 2 meses, segundo ele é muito tempo. A verdade é que estou um tanto quanto preocupada com medo mesmo a possibilidade de ter que fazer uma cirurgia e isso tem me deixado mais ansiosa que de costume. Bem, só consegui marcar o tal médico para o dia 05, até lá é tentar não pensar muito...

Mudando de assunto, segunda-feira passada saí com a sobrinha do meu noivo pra olhar vestidos de noiva. Ela vai se casar em maio do ano que vem e já começou a procurar o tal vestido. Tem um edifício aqui em BH que tem diversas lojas, pra ser mais exata são 12 andares (detalhe: começamos do 12º e paramos no 8º - olhamos 5 andares em um dia inteirinhoooo) de lojas para aluguel de vestido de noiva, damas, madrinhas e blábláblá...
O engraçado é que a gente vê coisas de todos os tipos – gosto não se discute mesmo!!!
Aí foi mais ou menos assim: nós entravamos na loja, dávamos uma olhada nos vestidos e se ela gostasse de algum, íamos nós pro provador...
Até que entramos em uma loja, onde a vendedora muito simpática e agradável tirou diversos vestido pra nos mostrar. Gente, era impressionante! Na arara a gente não dava nada pelo vestido, mas quando ela experimentava o vestido ganhava vida! Tinha cada modelo mais lindo que o outro!!! Eis que a vendedora olha pra minha mão e afirma: “Você também vai casar! Porque não aproveita a oportunidade e experimenta também?”
Eu disse que não tinha data ainda, que ficaria pra outra oportunidade mas ela não se deu por satisfeita e disse que fazia questão que eu experimentasse pelo menos um vestido, que segundo ela “Foi feito pra você!” – famoso papo de vendedor, rsrsr.
Minha sobrinha juntou-se a ela em um coro de “Experimenta, vai?! Só um!!!” que acabei não resistindo. Experimentei o tal vestido! 

É claro que isso aqui é uma montagem e é claro que o vestido não é esse!
Um dia, se Deus quiser, posto uma foto de verdade, mas só quando estiver bem magrinha, rsrsr

Na realidade experimentei três vestidos! Mas o que ela fez questão que eu experimentasse realmente ficou MA RA VI LHO SO  - mesmo eu gordérrima!!! Gostei tanto do vestido que não queria mais tirá-lo! E a cauda? Que coisa mais lindaaaa! Nunca tinha entrado em um vestido de noiva, nem pra ser rainha da pipoca na escola!!! Simplesmente amei!!! Fiquei só imaginando depois que eliminar esses quilos que não me pertencem!!! E a maior!!! No momento em que eu estava com o tal vestido chegou uma cliente na loja que estava procurando um vestido pra se casar em novembro. Disse que já havia procurado muito e que não tinha encontrado nada que a agradasse. Quando me viu, disse que eu estava linda, que o vestido era maravilhoso e que queria saber se eu me importava se ela o experimentasse. Eu disse que claro que não, que eu nem ia ma casar por agora, que ela poderia experimentá-lo. Tirei o vestido e ela experimentou. Resultado: sem experimentar nenhum outro ela escolheu o “meu vestido”! Ficou muito bonito (apesar de ter gostado mais em mim, é óbvio, rsrsr!!!), ainda mais por ela ser bem mais magra que eu, e ela fechou o negócio. Veio feliz da vida me agradecer dizendo que só resolveu experimentá-lo porque achou muito bonito em mim e que eu sem querer a ajudei a escolher seu vestido de noiva. Fiquei tão feliz com isso que a abracei e desejei felicidades! E claro, não pude deixar de brincar: “Mas cuida bem do MEU vestido!” rsrs
E essa foi a história do meu quase vestido, rsrsr
Bjus e até mais!!!

3 comentários:

Cassia Matos. disse...

Oi amiga adoreia ahistório do vestido,espero que embreve você possa colacar suas fotinhas aqui pra gente te ver linda e radiante.Eu casei na igreja depois de 9 anos casada no civil kkkkkkkkkkk,coisa de doido sabe!
A minha familia mais velha foi minha daminha,na época estava muito gorda,e não usei um vestido tradicional,daqueles grandões que era o meu sonho e de muitas mulheres,mais ficou bonito e no dia ei estava radiante.
Bjos grandes e melhoras pra tua mão.

Bruh disse...

ai, amiga, nunca experimentei um vestido de noiva, acho q por medo de gostar demais pois td mulher sonha casar com esse vestido. Q delícia ficar provando por uma tarde inteira...bjus, flor, bom findi!

Mima. disse...

rsrsr isso é um bom sinal rsrs Logo logo vc estará experimentando o seu vestido. rsrs

bjs,